segunda-feira, 27 de julho de 2015

Não importam os fatos e sim a repercussão


Na política, a opção de governar em benefício da própria imagem, freqüentemente suplanta a humildade de fazer o que é menos traumático para a população. O governo Nilson Costa pode ter cometido este equívoco ao pretender imprimir uma marca própria à sua gestão, e, por falta de assessorias política e de comunicação adequadas, rompeu com seu antecessor e optou por apoiar candidatos a deputados estadual e federal diferentemente do planejado pelo ex-prefeito Beto Pinto que desde o início alimentava a perspectiva do apoio oficial da prefeitura de Medeiros Neto à candidatura de seu sobrinho, Uldurico Júnior à câmara federal.
Acontece que para os seguidores do ex-prefeito a traição contra quem quer que seja (não importa se aliados ou adversários) não é considerada nada grave e foi exatamente o que fizeram, dando dimensão pública a rumores desairosos sobre suposto desvio de verbas públicas na administração municipal. E para propagação desses comentários mobilizaram todo seu aparato da central de boatos à disposição de partidários, inclusive um veículo de comunicação de massa, propriedade do grupo do ex-prefeito, com o intuito de fazer valer o princípio de que “não importam os fatos, o que vale é a repercussão”.
O interessante nessa história é que o fato do qual acusam a atual administração foi alvo de denúncias de uma velha prática da administração anterior, sob o comando do então secretário de administração, capitaneado pelo ex-prefeito. Aliás, apesar de ações de improbidade administrativa movidas contra a administração passada, segundo comentários por toda a cidade, os processos continuam parados aguardando um posicionamento da justiça.
Mas o que move a atual campanha contra o prefeito Nilson Costa é outro fato, este bem mais contundente contra a administração passada. Trata-se de um decreto executivo 25/2010 caracterizando como situação de emergência áreas do município atingidas por enxurradas e inundações bruscas, no ano de 2010. Tudo invenção para justificar uma verba no valor de R$5.000.000,00 (cinco milhões de reais) junto ao ministério da integração nacional, à época sob o comando de Gedel Vieira Lima, para aplicação em obras de recuperação de vias públicas, prédios públicos, escolas, postos de saúde, pontilhões e reforma e reconstrução de unidades habitacionais. Uma fraude patente, ilustrada com fotos de enchentes ocorridas em 2008. Sem sustentação para a fraude, a administração municipal, sob o comando do ex-prefeito Beto Pinto mais uma vez usou de engodo e justificou os gastos dos cinco milhões alegando recuperação de estradas vicinais. (detalhamento do documento 2010ne000548 e Processo 59050.001171/2010-93 de 17de abril de 2012). O ex-prefeito responde na justiça por mais esta fraude e culpa a atual administração por este deslize de sua malfadada gestão à frente da prefeitura.
Alguns inconformados, “viúvas” de administrações passadas de quem foram suprimidas as tetas do poder defendem o impeachment de Nilson Costa na ilusão de que isso estancaria suas condições atuais de “desmamados” e restauraria seu status de beneficiários dos cofres públicos... Quanta ilusão!...
Não há condições para o impeachment, à falta de prova do envolvimento do prefeito Nilson Costa com os boatos propagados e porque a medida exige o apoio de mais de dois terços da câmara de vereadores, o que dificilmente existiria. Além do mais a paralisia política e administrativa durante o processo pioraria o andamento da administração, o que não é saudável para o município.
Acontece que esse instrumento não é para interromper mandato de governante por lhe faltar competência, mas daquele que comete crime de responsabilidade, o que a rigor, com certeza não é o caso do prefeito Nilson Costa.
Se Nilson Costa sair, a vice-prefeita assumirá, mas não poderá melhorar em nada a gestão. É quase certo que ficará refém do ex-prefeito beto pinto e seu grupo político, de triste e nefasta lembrança na história recente do município. A mediocridade nos próximos meses estará garantida.
Não resta a menor dúvida de que o município, hoje, encontra-se mais preparado para singrar mares turbulentos. Não se ouve falar em perseguições políticas, o legislativo funciona independente, pagamento do funcionalismo em dia obra em andamento, ou seja, nem tudo está perdido. Apesar dos desmandos de um passado recente, permanece o legado de todo um passado de robusta dignidade, honradez e honestidade à toda prova do atual prefeito e cidadão Nilson Vilas Boas Costa.
Texto Escrito pelo 
jornalista Alício Souza
 DRT 203-to e cidadão medeirosnetense,
 inscrição 0823 8196 0281 zona 153 seção 015.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Candidato a vereador Kiko é o primeiro a lançar seus jingles de campanha em Medeiros Neto


O vereador Marley Santos do Vale que é muito popularmente conhecido por Kiko, lançou nas primeiras horas da manhã do dia 06 de julho de 2012 três jingles de sua campanha que foram gravados no Studio MS Produções e que foi totalmente produzido por Moises de Souza e Patrick Brito.
Ouça abaixo os Jingles do candidato:





quarta-feira, 4 de julho de 2012

PM de Medeiros Neto tira mais um traficante perigoso de circulação

Uma operação desencadeada pela Policia Militar de Medeiros Neto e Teixeira de Freitas, desencadeou na prisão de um traficante que vinha aterrorizando as duas cidades nos ultimos meses.


Marcelo Bruno Andrade, 23 anos, foi preso pelo Pelotão Especial de Operações Táticas (PEOT) da 44ª CIPM, com o apoio de policiais do CETO do 13º Batalhão, no final da manhã desta quarta-feira, 4 de julho, nas imediações do hospital municipal, em  Teixeira de Freitas.
Ele foi preso em um local determinado como ponto de encontro para negociação de uma arma, policiais do Serviço Reservado de Teixeira de Freitas tiveram informações sobre a venda e iniciaram as investigações. Marcelo foi encaminhado para 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior e negou as acusações.Marcelo é acusado de traficar drogas nas cidades de Teixeira de Freitas e Medeiros Neto, onde esteve preso e após conseguir a liberdade voltou à prática do comércio ilegal de entorpecentes. No dia 6 de junho, a comarca de Medeiros Neto, expediu um mando de prisão em seu desfavor.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Coronel que comanda o Policiamento Especializado na Bahia visita Medeiros Neto

O comandante da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar de Medeiros Neto (CIPM), major Robson Lopes Calmon, recebeu na tarde de hoje (28/06) a visita do coronel Antônio Ferreira Fontes, que é comandante do Policiamento Especializado da Polícia Militar da Bahia. O coronel, juntamente com o major Paulo José Coutinho e o capitão Francisco Robson, desembarcou no início da tarde em Porto Seguro, de onde seguiu de helicóptero para a cidade de Medeiros Neto.
O coronel Fontes almoçou com os oficiais na sede da 44ª CIPM e, logo após, conheceu as dependências daquela unidade policial militar. “É uma grata satisfação receber a visita do coronel que veio conhecer a nossa unidade”, disse o major Calmon, no momento que entregou ao coronel um encadernado contendo o histórico e fotografias da sede e dos municípios que compõem a unidade.
O Comando de Policiamento Especializado tem por área de atuação toda a Bahia, sendo seus tentáculos as unidades especializadas que estão sempre prontas para atender a demanda desse tipo de serviço. Entre outras unidades o coronel comanda os Batalhões de Polícia de Choque, Rodoviária e de Guardas, os Esquadrões de Polícia Montada e Motociclista, o Grupamento Aéreo e as Companhias Independentes de Policiamento Especializado, como a Mata Atlântica, por exemplo.
Amanhã (29), às 15 horas, o coronel estará em Posto da Mata, município de Nova Viçosa, participando da passagem de comando da Companhia Independente de Policiamento Especializado Mata Atlântica (CIPE), quando assumirá o comando daquela unidade o major Ubiraci Barbosa da Silva, que atualmente é comandada pelo major Ivanildo da Silva.

Por Edelvânio Pinheiro

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Preso em Petrolina acusado de matar esposa de PM da Bahia

Policiais militares que integram a Rocam do 5º Batalhão prenderam na madrugada de domingo (24) Givanildo Pereira dos Santos, de 21 anos.
Segundo ocorrência do 5º BPM, ele é o autor dos disparos que levaram a óbito Patrícia do Nascimento Barbosa dos Santos, esposa do PM da Bahia, Erlon Marcos de Souza, 35. O fato aconteceu no último sábado (23), depois que Givanildo tentou roubar um aparelho de som automotivo do veículo do PM.
Erlon reagiu e entrou numa briga corporal com o acusado, que conseguiu pegar a arma do policial e atirar contra a esposa do mesmo, que morreu no local. Givanildo foi localizado e detido na Vila Esperança, em Petrolina. Ele foi encaminhado à 1ª Delegacia de Polícia Civil, juntamente com um revólver da marca Taurus, calibre 38, com dois cartuchos intactos. Ele foi autuado em flagrante delito e ficará à disposição da justiça. (fotos/5° BPM diulgação)

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Imagem de Lula com Maluf não é “normal”, diz Jaques Wagner


por: Estadão
O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), foi mais um petista a manifestar incômodo com a parceria do partido, em São Paulo, com o PP do deputado federal Paulo Maluf, de apoio à candidatura de Fernando Haddad à prefeitura. “É evidente que não é uma foto normal”, disse, nesta terça-feira, sobre a imagem de Maluf apertando a mão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda, em SP. “Mas, é a convivência democrática, até porque estamos aqui no ambiente da Rio+20 e, portanto, a sustentabilidade significa que não devemos exterminar nenhuma espécie”, sorriu.
Para o governador baiano, a aliança “vale o esforço” se for para render o que se espera: a vitória de Haddad. “Tem um político velho que diz que não existe nada impossível na política”, disse, após encontro de governadores na Rio+20, no Parque dos Atletas. “Acho que ele (Lula) fez a foto com um objetivo: trazer o PP, conquistar o apoio pelo tempo de televisão, por ser mais um partido na aliança que já está na sustentação do governo Dilma.”
Wagner afirmou que Maluf tem uma “história até contraditória” com a sua, mas “as coisas estão tão distantes que essas questões vão sendo superadas e as pessoas se aliam”. “Eu digo sempre que a foto não mostra o mais importante. O mais importante é: qual o programa de governo que o Haddad eleito vai levar para São Paulo? Este, seguramente, terá ver com as nossas raízes, com a nossa história, e com aqueles que são, também, aliados de sempre”, afirmou.

Presente ao encontro, o governador de SP, Geraldo Alckmin (PSDB), evitou falar sobre a parceria. Perguntado se o apoio de Maluf à campanha de Haddad “facilitaria a vida” dos tucanos na eleição, Alckmin se limitou a dizer que caberia ao PT se pronunciar.
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), apesar de petista, também se esquivou: “Vamos deixar para o governo local resolver”. Já o governador gaúcho, Tarso Genro (PT), disse que preferia, antes de opinar sobre a parceria, conversar com “os companheiros de São Paulo, Haddad e Lula”.
“É perfeitamente natural que as pessoas se manifestem, principalmente as de São Paulo. Mas eu, como estou lá no Rio Grande do Sul, isolado do contexto nacional”, brincou, e disse aos jornalistas: “Vocês nunca "dão bola" para o Rio Grande do Sul, só vêm me perguntar coisas de São Paulo, então vou aguardar um pouco para manifestar minha opinião”.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes